• Tarsiane Santos

Ginástica laboral: O que é e sua importância para a saúde mental


Foto: Reprodução/Freepik


De acordo com a International Stress Management Association (ISMA-BR), o Brasil é o 2° país com mais pessoas afetadas pela Síndrome de Burnout, que caracteriza o estresse no trabalho. A prática de exercícios físicos é extremamente importante, evita doenças crônicas, ajuda na saúde mental, mas e a saúde corporativa? A ginástica laboral é uma grande tendência e forte alternativa para prevenir essa e outras doenças, além de aumentar a produtividade.


O QUE É GINASTICA LABORAL?

Assim como sugere o nome, a ginástica laboral é uma série de exercícios praticados no ambiente laboral, ou seja, durante o expediente de trabalho. Ela consiste em séries de exercícios com baixa intensidade, que trabalham respiração, alongamento e postura e, além disso, pode ser realizada em pouco tempo, dispondo cerca de 15 minutos.



A ginástica laboral auxilia a saúde mental no trabalho. | Foto: Freepik.


TIPOS DE GINÁSTICA LABORAL

  • Ginástica preparatória: tem a proposta de ser praticada antes do início da jornada de trabalho, para ativar os músculos mais utilizados ao longo do dia, com foco na circulação sanguínea, flexibilidade, resistência e coordenação.

  • Ginástica compensatória: inicia já durante o expediente, com a intenção de compensar os esforços praticados, uma pausa para correção de postura, aliviando a tensão.

  • Ginástica corretiva: diz respeito a exercícios feitos para corrigir desconfortos causados pela situação ergonômica, que consiste na disposição dos equipamentos, altura e distância pensados para o conforto do colaborador.

  • Ginástica de relaxamento: específica para o final do expediente, buscando relaxar e devolver as energias depois do dia para liberar o ácido lático, que pode ser desenvolvido pelo esforço durante o dia.

BENEFÍCIOS DA GINÁSTICA

Além dos benefícios citados acima, a prática da ginástica laboral pode melhorar o foco e a concentração, auxiliar na resolução de problemas, dar leveza ao ambiente corporativo, prevenir doenças e acidentes.


Assim como o estímulo à prática de exercícios, visto que nem todos os funcionários têm tempo para realizar após o expediente e ainda melhora a percepção de todos sobre a empresa e sobre os próprios colegas ‘’aquele funcionário que é um pouco mais deslocado, ele consegue se agregar ao grupo, ele se sente parte do grupo. Então, eles conseguem ter esse momento de descontração e, ao mesmo tempo, eles têm um contato com a atividade física.”, destaca Patrícia Andrade, professora de ginástica ao TST.



A prática da ginástica laboral auxilia no entrosamento entre colegas. | Foto: Freepik.


COMO IMPLEMENTAR NO DIA-A-DIA

É importante ressaltar que a realização dos exercícios é válida tanto para quem trabalha no computador, quanto para quem realiza esforços braçais e o mesmo em relação ao home office.


Buscar um profissional que elabore séries de acordo com a necessidade da empresa também é de suma importância. A ginástica laboral pode ser feita todos os dias ou algumas vezes por semana.


___________________________

Por Tarsiane Santos

Matéria publicada no Fala! Universidades