top of page
  • Tarsiane Santos

Dupla Caju & Castanha revela segredos do improviso e fala sobre a final do Canta Comigo

Emboladores e jurados do reality musical da Record TV ainda relembram momentos marcantes dos 45 anos de carreira em entrevista ao site oficial



Dupla Caju & Castanha integra o painel de jurados do Canta Comigo desde 2021 | Reprodução/Instagram


Jurados do Canta Comigo e responsáveis por um resumo criativo e cheio de rima ao final de cada episódio nas redes sociais do reality musical, a premiada dupla Caju & Castanha faz sucesso há 45 anos com emboladas e o famoso forró pé de serra. A história começou quando os irmãos José Albertino da Silva (Caju) e José Roberto da Silva (Castanha) eram crianças, na Praça do Jacaré em Jaboatão dos Guararapes (PE) e de lá para cá, eles ganharam o mundo! Em 2000, Caju enfrentou um problema de saúde e seu sobrinho Ricardo Alves da Silva, apelidado por Castanha como Cajuzinho, passou a substituir o embolador em algumas apresentações, até que precisou continuar o legado do tio após sua morte, no ano seguinte.


''Muita gente pensava que eu não teria capacidade para assumir o lugar do meu tio, então a minha avó, dona Amélia Felicidade, começou a insistir naquela tecla e o Caju, ainda antes de falecer, deu a assinatura dele. Graças a Deus o CD Andando de Coletivo, primeiro trabalho que eu fiz na dupla, ganhou o Grammy Latino nos Estados Unidos. Foi aí que veio a aceitação total do público'', relembra o artista.


E na visão de Castanha, a letra de Dois Mulekin, feita por Nino Ramos como homenagem para a dupla, é o momento mais marcante dessa longa trajetória. ''É a música mais importante da minha vida, da vida do meu irmão, que já se foi, e agora do meu sobrinho que continua cantando comigo'', define.


REPENTISTAS OU EMBOLADORES?


Quando se fala da super dupla, é automático lembrar dos repentes e das emboladas. Mas se engana quem pensa que os cantores são repentistas, afinal, os dois gêneros carregam grandes diferenças, conforme explica Castanha: ''Muitos comunicadores dizem: 'Vamos chamar os repentistas Caju & Castanha', mas não. São os emboladores Caju & Castanha. Os repentistas são aqueles que fazem com a viola e, os emboladores, com o pandeiro''.


''O repentista é um pouco mais lento. A embolada vem da literatura de cordel em Portugal e exige muita rapidez, um joga para o outro e assim vão cantando'', completa.


Seja como repentistas ou emboladores, a família conseguiu levar a cultura nordestina para todo o Brasil e também reconhecê-la internacionalmente. ''Hoje, nós recebemos mensagens nas redes sociais de pessoas de Moçambique, dos Estados Unidos, da França... Enfim, de vários países. A gente fica muito feliz de poder ser admirado por várias pessoas e vários segmentos'', reflete Cajuzinho.


Com parcerias que transitam por todos os gêneros musicais como rap, samba e sertanejo, Ricardo ainda avalia uma troca positiva que beneficia a fortificação das emboladas em várias gerações. ''Nós gravamos com Fabio Brazza, Marcelo D2, Gabriel Pensador, Thaíde, Jair Rodrigues, Jairzinho Oliveira... Temos uma parceria maravilhosa com todas essas pessoas de todos esses segmentos e, hoje, não só os adultos gostam da gente, como as crianças também. Conseguimos atingir todo o público de 0 a 120 anos''.


DICA DE MESTRE


Apenas ouvindo as emboladas feitas pelos cantores, já é possível imaginar e entender a dificuldade para raciocinar tão rápido, soltando palavras que rimam perfeitamente e no puro improviso. ''Não nos sentimos como os mestres do improviso porque temos muitos emboladores bons. Rappers e repentistas também, já que todos trabalham na mesma base. O segredo do improviso é você ter as métricas das rimas. Existem rimas, que muita gente chama de trilhas, de 4, 6, 8, 10, 14 e também 20, depende muito do que você vai fazer''.


''No caso do trava-língua, não existe quantidade de linhas porque você não tem tempo para parar, você vai embora. Então o que vai identificar a sua parada ali é o fôlego'', avisa Caju.


NO CANTA COMIGO


Nesta temporada do Canta Comigo, os jurados prepararam resumos musicais de cada um dos episódios para as redes sociais do programa! No ritmo das emboladas, eles observam cada detalhe diretamente do painel e depois criam as rimas. ''Para nós foi uma honra muito grande fazer os vídeos desse programa, que é maravilhoso'', diz Castanha.


Embora sejam parceiros na música, os dois representam votos individuais no painel de especialistas e em alguns momentos, acabam discordando, mas o veterano garante que esses episódios são raros, já que a qualidade dos candidatos surpreende a cada apresentação. ''Só quem está ali e vê de perto sabe, aqueles que se apresentam no palco são escolhidos a dedo mesmo. É muito difícil julgar porque eles cantam demais!''.


E para a grande final deste domingo (25), a dupla manda um recado especial aos telespectadores. ''Se preparem, vocês vão ter muitas emoções! Vai ser uma grande final maravilhosa e marcante, então fiquem ligados!''.


Fique ligado! A grande final do Canta Comigo 5 vai ao ar neste domingo (25), às 17h30, na tela da Record TV. Você vai decidir quem será o grande vencedor desta edição por meio do R7.com.


___________________________

Comments


bottom of page